“Não grita comigo, venha e me abrace. Assim você me ganha bem mais fácil. Eu gosto de ser gostado, de ser alguém exclusivo de alguém que também seja minha exclusividade. Eu gosto de receber todas as atenções suas, e todos os carinhos inventados até o momento, e aqueles que você consegue inventar. Eu gosto de gostar de quem gosta de mim, não de quem me quer como um brinquedo que saí desfilando com ele e quando cansa joga fora.”
O menino Charlie.   (via restitui-se)




 

 






Minha vida é um ciclo vicioso: eu como pra viver e vivo pra comer.